domingo, 28 de março de 2010

OPERÁRIAS DE LUTA

0 comentários
Comentário: Danielle Magalhães
A mulher sem dúvidas avançou muito referente a espaço, mas há muito ainda para ser feito, gostei muito de ler neste blog o relato de mulheres que lutaram por justiça social, a grande prova ainda do descaso que existe referente à mulher, é o exemplo destas estarem no anonimato. No decorrer da história é notório o homem sempre pensando e a mulher executando, eu me pergunto: Onde estão as filósofas? Onde estão as sociólogas?As poetisas?

Mulher não pode continuar sendo sinônimo de trabalho braçal, mulher pensa e é capaz de transformar, levanto também aqui caro Élson Melo, uma bandeira às EDUCADORAS, mulheres estas muitas vezes não citadas, mas que deram a educação básica para estes homens que chefiam e que fizeram as teorias. Ai dos chefes de Empresa se não fosse uma mulher, a mulher vô, mulher mãe, mulher professora, mulher esposa. Quero parabenizar todas as operárias, ressaltando que o fato de vivermos em um mundo capitalista, não pode nos escravizar e submeter a trabalho e abusos em função da burguesia. Continuemos lutando e acreditando nos nossos direitos, pois temos, mesmo sendo um processo lento, se nos unirmos, pois a força está na união, com certeza chegaremos ao alvo.

0 comentários:

Postar um comentário