quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Psol emite nota repudiando declarações de Ricardo Barbosa

0 comentários

A briga interna no Psol, partido presidido pela ex-senadora e vereadora por Maceió Heloísa Helena, parece só estar começando. Isso porque o vereador Ricardo Barbosa, presidente municipal do partido, em entrevista à Gazeta de Alagoas, fez veementes críticas à companheira de partido, acusando-a de lidar com a legenda como se a mesma fosse 'a sua casa, determinando quem pode entrar e sair'.

Nesta quarta-feira, a assessoria do partido emitiu uma nota repudiando as declarações do vereador por Maceió.

Confira, abaixo, a íntegra da nota:

Vimos, através dessa nota, expressar de forma veemente nosso repúdio à atitude do vereador Ricardo Barbosa e de alguns membros do seu gabinete parlamentar durante à última reunião do Diretório Municipal do PSOL em Maceió, na noite de 22 de novembro.


Contando com a presença de treze dos quinze membros do Diretório Municipal de Maceió, além de outros militantes do partido, a reunião do diretório “dirigida” pelo vereador, tentou servir a fins escusos e duvidosos, com várias manobras que demonstram enorme prepotência e autoritarismo.


Com clara intenção de impedir a participação com voz e voto de vários companheiros do Diretório Municipal de Maceió, o vereador propôs que, apenas “alguns” membros eleitos do diretório municipal presentes a reunião, votassem. Em minoria e visivelmente transtornado, por diversas vezes, tentou reverter a pauta e os temas abordados com clara intenção de tumultuar.


Ele ainda tentou usar a reunião politicamente para esconder, camuflar e abafar práticas que já estão sendo questionadas há mais de um ano no interior do partido e que não foram superadas até o presente momento.


Até mesmo, uma simples nota de justificativa de ausência do companheiro Wellington Monteiro, que precisou viajar para o Rio de Janeiro, foi motivo de debates tensos com dedos em riste e palavras acusatórias e descabidas.


Abertas as discussões, durante a reunião o vereador se negou a dar esclarecimentos sobre alguns pontos abordados pela maioria do Diretório Municipal de Maceió, tais quais:


1 – Explicações sobre a legalidade da verba de gabinete dos vereadores da Câmara de Maceió, seu uso e sua respectiva prestação de contas durante o mandato, para que todos do PSOL saibam como foram gastos tais recursos pelo vereador;


2 – Explicações sobre os motivos que levaram o vereador a votar no Galba Novaes (PRB) (vice de Fernando Collor ao Governo de Alagoas) para presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal;


3 – Explicações a respeito de recente evento, no qual o vereador chamou publicamente a vereadora Heloísa Helena de “demagoga” quando a mesma, legitimamente, propôs a diminuição dos vencimentos dos vereadores daquela casa como possível solução para o impasse da greve dos seus servidores (que pedem 20% de aumento);


4 – Explicações sobre o vazamento de recente documento, assinado pelo vereador, que agride e fere todo o PSOL, expondo-o com claro interesse em se promover politicamente junto à imprensa local.


Nestes termos, como membros do Diretório Municipal de Maceió, solicitamos a convocação de uma reunião do Diretório Municipal, em caráter de urgência, para discutir a pauta apresentada nos quatro pontos anteriores, até o dia 02 de dezembro.


Fonte:Antonio Jacinto Índo/Diretório Municipal de Maceió

0 comentários:

Postar um comentário