quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A Praça Castro Alves é do povo e a São Sebastião é do Berinho

0 comentários
Por muitos anos o Frei Fugêncio reinou absoluto no comando da Praça São Sebastião, mas ai veio o Secretário vitalício da Cultura do Estado do Amazonas Robério Braga, numa operação arrojada, mandou importar paralelepípedos das lhas Caimãs, uma espécie rara feito de pedra puma é a mesma que as manicure usam para afinar os pés das senhoras e rapazes nos estúdios de beleza. Pois é, esse material custou uma fortuna! Sem contabilizar os por fora, o Tribunal de contas do Estado, sob o comando do ex-Secretário de Segurança, aprovou sem rodeios os custos da obra que foi uma porrada de milhões. Foi ai que inteligentemente o Berínho como é popularmente chamado o Secretário, privatizou aquele espaço, onde Lideres importantes da nossa Cidade como: Ribeiro Junior, Evandro Carreira, Fábio Lucena... Verberaram a Liberdade com "L" garrafal! Pois sim, amigo leitor. O Secretário Berinho não permite mais que o Frei Fugêncio realize ali naquele espaço onde ficam os Saveiros com proas imponente, Monumento Símbolo da abertura dos portos, a mais antiga e popular expressão cultural da Praça - O Arraial de São Sebastião. Segundo fontes de dentro da Secretaria do Berrinho, existe a vontade do Vitalício Secretário de da mesma forma, não mais permitir que a popular Banda da Bica, realize ali seu evento de carnaval! Com a palavra os lideres do Divino e do Profano.

0 comentários:

Postar um comentário