terça-feira, 1 de março de 2011

Esquivel é acusado por Álvaro Uribe perante judiciário colombiano. Pode?

0 comentários

O ex-presidente colombianos Álvaro Uribe, publicou na quinta feira ( 20-02-2011) em seu Twitter, que apresentou uma Queixa Crime contra o argentino Adolfo Pérez Esquivel, ativista dos Direitos Humanos e Prêmio Nobel da Paz, por injúria e calúnia.

Além de acusar o argentino de ser patrocinador das FARC, afirma; “... combati com transparência a todos os criminosos e agora denuncio as infâmias de Esquivel...”

Neste processo, Uribe é representado por Jaime Lombada, que admitiu, ao jornal El Tiempo, que Esquivel não poderá ser preso, ainda que responda processo penal na Colômbia, visto que as leis colombianas prevêem que Esquivel teria que comparecer voluntariamente perante o Tribunal da Colômbia para responder às acusações.

Os dois, Esquivel e Uribe, têm protagonizado um intenso debate, Uribe em seu twitter e Esquivel através dos meios de comunicação, em razão das recentes declarações do Nobel da Paz sobre a “política de paz” levada a efeito pelo ex-governante colombiano.

No fórum “Construindo a Paz na Colômbia” realizado esta semana em Buenos Aires, Adolfo Esquivel afirmou que Uribe não tem vocação para a paz, disse também que tanto Álvaro como seu primo Mario Uribe, que está condenado a mais de sete anos de prisão por violações aos Direitos Humanos, mantém vínculo estreito com os grupos paramilitares do país andino.

Uribe vem respondendo com veemência ao Prêmio Nobel da Paz de 1980, e o acusa de “patrocinador de terroristas” da guerrilha e das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). Segundo Uribe, o governo colombiano desmantelou o paramilitarismo faltou, entretanto levar ao cárcere o argentino, afirmou nas últimas horas no seu twitter.

Adolfo Esquivel afirmou que: “... para promover a paz é necessário ter autoridade e valores democráticos e não ser cúmplice do terrorismo como vocês”

Esquivel disse à emissora de rádio La W, que não tem qualquer informação sobre a demanda do colombiano, mas disse também que está disposto a apresentar às autoridades judiciais colombianas as provas de que grupos paramilitares têm recebido treinamento uma fazenda de propriedade de Santiago Uribe, irmão do ex-presidente.

O SERPAJ-Brasil manifesta total, absoluta e incondicional solidariedade ao irmão de fé, companheiro de lutas e líder maior Adolfo Perez Esquivel, assim como faz suas cada palavra e ação de Adolfo e se põe em mobilização permanente contra a mais esse atentado contra as liberdades democráticas e aos Direitos Humanos.

Por Rosalvo Salgueiro

0 comentários:

Postar um comentário