quinta-feira, 21 de abril de 2011

2011 - O ano da preservação das matas

0 comentários
2011 é o ano das matas, que chegam a cobrir 31% da área terrestre do planeta. Mais que uma homenagem,o objetivo da ONU é lembrar ao mundo a importância que as florestas têm para a sobrevivência de todo tipo de vida – incluindo nós, humanos.

Dos 6,9 milhões de quilômetros quadrados de Amazônia, 4,2 milhões ficam em território brasileiro. O Brasil, possuidor de grande parte de florestas do mundo, conta com biomas como: Amazônia, Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, Pantanal e Pampa, sendo a Amazônia, o de maior extensão, o Pantanal, de menor que juntos ocupam mais de metade do Brasil: o Bioma Amazônia, com 49,29%, e o Bioma Pantanal, com 1,76% do território brasileiro. (Dados do Mapa de Biomas do Brasil – IBGE, 2004).E é ali que moram mais de 20 milhões de pessoas, cerca de 200 mil indígenas e uma biodiversidade que apesar de ser pouquíssimo conhecida, é das mais impressionantes.

Além de ser fundamental no equilíbrio climático global e influenciar diretamente o regime de chuvas do Brasil e da América Latina, a floresta amazônica estoca entre 80 e 120 bilhões de toneladas de carbono. Números suficientes para convencer qualquer um da importância de se manter em pé esse patrimônio.

Mas uma pergunta fica no ar: Qual o grau de importância que o Brasil dá a isso?

Enquanto a Alemanha comemora, nós no Brasil demos um passo para trás em relação à aprovação do novo código florestal. E o mais incrível, estamos no século XXI na segunda década. Como podem ser tão ignorantes nossos políticos, os empresários do agronegócio, governos, etc. Parece que teremos que ir ao fundo o poço, para assim saber o quanto erramos! Estamos vendo áreas agricultáveis no Brasil virarem desertos, alguns rios com período de seca bem maiores, desmatamento a olho nu todos os dias, agora temos até tornados e outros desastres ambientais. Teremos que ver mais o quê para acordarmos?

O Ano Internacional das Florestas - 2011 oferece uma oportunidade única de fomentar a consciência pública para os problemas que afetam grande parte das florestas do mundo e as pessoas que delas dependem. Já existem boas informações sobre experiências positivas e valiosas para promover uma gestão florestal sustentável. A celebração do Ano Internacional é um meio para se unir esforços, encorajando, desta forma, a participação de todos os povos para o Setor Florestal.

Este ano o objetivo principal é sensibilizar a sociedade mundial para a importância da preservação das florestas como forma de garantir a vida no planeta. Segundo dados do PNUMA(Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), publicados no site Planeta Sustentável, as florestas representam 31% da cobertura terrestre do planeta, servindo de abrigo para 300 milhões de pessoas de todo o mundo e, ainda, garantindo, de forma direta, a sobrevivência de 1,6 bilhões de seres humanos e 80% da biodiversidade terrestre.

Roberto DaMatta (antropólogo) disse: “ Devemos voltar a pensar sociedade não contra a natureza, mas com ela; e a natureza como sendo - ela mesma - um sujeito dotado de humanidade"

0 comentários:

Postar um comentário