sexta-feira, 8 de julho de 2011

A Encruzilhada do Alfredo: renunciar ou ser caçado

0 comentários
Alfredo emparedado pelo PT
Da Redação

Parece que vai funcionar a velha máxima popular “Amigos, amigos, negócios a parte”. Depois que o Ministro caiu em desgraça, o PT deve virar as costas ao Senador.

Em outra máxima popular “é nessas horas que se conhece o amigo”. O PT vai ignorar todas as máximas e lançar mão do velho jargão “nada pessoal, é politico”, para justificar sua opção em efetivar Joao Pedro como titular da vaga, portanto, Alfredo vai ficar sozinho tentando escapar da cassação, ou renuncia em favor do Ilustre Suplente. A ordem é: El Paredón para o Senador Alfredo!

Alfredo foi o favorito de Lula, uma relação que rendeu muitos dividendos para as duas famílias, seus filhos passaram de meninos mimados para os mais jovens milionários do país, como? Só o tempo dirá! O Senador só tem uma saída para sair dessa encruzilhada: contar tudo o que sabe sobre propina, caixa dois, dinheiro não contabilizado e sucesso em licitações. Será que ele vai encarar? Façam suas apostas.

Acontece que com a velha guerrilheira na presidência, a coisa é diferente, aos poucos ela vai limpando o baú, jogando ao mar, toda a tropa do velho comandante. É a vingança do Dirceu em pleno andamento.

Qual o futuro do Alfredo? Consultando os gurus da nova mandatária, pode-se afirmar que para a Presidente, o Alfredo não serve nem mesmo como Senador, portanto, os amazonenses vão ter que conviver com o suplente mais atuante no Senado, é claro que essa afirmação e’ no sentido mais amplo de submissão ao planalto.

Perguntar não ofende: alguém pode responder quanto o Ministério dos Transportes gastou para gramar os paredões da BR-174? Oito anos e seis meses, não foram suficiente para recuperar o asfalto do trecho Manaus Presidente Figueiredo.

Assim, temos que aceitar mais uma máxima popular “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”, Alfredo ou Joao Pedro? Pior impossível!

0 comentários:

Postar um comentário