quarta-feira, 20 de julho de 2011

MARKETING ELEITORAL E CANALHICE POLÍTICA

1 comentários

Lendo o artigo “A PONTE DO RIO KWAI”- ver Blog do Dionísio Paixão no Portal do Holanda – relembrei imagens das Eleições 2010 em que inúmeros candidatos, todos do grupo ligado à dupla EDUARDO BRAGA/OMAR AZIZ, gravaram falações tendo a PONTE DO RIO NEGRO (em obras) como pano de fundo. Todos exaltavam a importância da obra para o progresso do Amazonas e o arrojo de seu mentor e executor :EDUARDO BRAGA.

De fato, quando se tem em mente as filas e o estresse da travessia do Cacau Pirera, não há como negar a importância dessa obra, principalmente para os manauaras que fogem da metrópole nos fins de semana. O que salta ao olhos, sendo motivo justificado de desconfiança da “capacidade” do ex-governador, é o desenbolso dos contribuintes amazonenses para usufruir desse benefício, ou seja, quase UM BILHÃO E MEIO DE REAIS.

Em seu artigo, Dionísio compara o custo de pontes brasileiras com aquelas construídas na Europa e com a inaugurada recentemente na China que, apesar de erguida em mar aberto, apresenta um custo por quilômetro muitas vezes menor que a do RIO NEGRO. Qual o segrego dos chineses? Ou, se preferirem, Que segredos se escondem por detrás dessa obra tão cantada em prosa e verso por Deputados Federais e Estaduais eleitos em 2010?

Para saber esses segredos é preciso uma auditoria séria e transparente nessa obra que, em breve, ufa! ufa!, será entregue à população. Será que vamos pagar a fatura sem nem sequer olhar o que foi lançado nela? Será que veremos pelo menos um dos que usaram a ponte como marketing cumprindo seu dever fiscalizatório? É quase certo que não, afinal, MARKETING ELEITORAL, para a canalhice dominante, é mero instrumento de enganação.

Fonte: http://blogdofernandolobato.blogspot.com/

1 comentários:

Anônimo disse...

Email, pauloluiz41@hotmail.com

Políticos e eleitores.
Democracia é uma coisa muito interessante, Pois a base principal é o voto popular. Sendo assim o voto da maioria sempre terá que ser respeitado e aceito pela minoria, esta é á base da democracia.
Se o nosso país continua emperrado, sem progresso, por culpa dos maus políticos, teoricamente a culpa é sem sombra de dúvidas dos eleitores, os quais tem o poder do voto nas mãos.
Quando uma pessoa não sabe ler, o que ela faz: Procura uma escola para se alfabetizar.
Quando um médico está com dificuldades de resolver problemas em sua área, o que ele faz: procura um curso de pós graduação, fazendo uma especialização.
Quando um casal não está se entendendo bem, o que fazem: procuram um psicólogo para resolver o problema.
Sendo assim todas as pessoas quando estão tentando resolver um problema e não estão conseguindo devem procurar uma maneira de encontrar uma saída para a referida dificuldade.
Eu pergunto já não é hora dos eleitores deste país procurar algo que lhes dê um pouco mais de discernimento na hora de votar, se todos procurarem aprender como se defender de estelionatários disfarçados de políticos e políticos corruptos contumaz, os quais, todas eleições vem pedir nosso sagrado voto.
O voto é nossa única arma, devemos usá-la para elegermos somente políticos sérios e abolir de vez com todos os fichas sujas que proliferam em todos estados brasileiros.
O que afeta todos nós brasileiros é o descaso que damos ao assunto eleição. Se você perguntar a maioria dos brasileiros sobre a escalação do seu time de futebol, eles sabem décor e salteado, se perguntarmos sobre os artistas das novelas e o andamento das mesmas todos sabem e fazem questão de fazer comentários como expert no assunto mas se perguntarmos em que candidato votaram na última eleição quase todos não saberão responder, por ai se vê o descaso que o povo dá para a política. Imaginem isso, alguém jogando pedras para cima, e todos dizem, não tenho nada a ver com isso, mas tem, porque as pedras jogadas para o alto retornarão e cairão sobre as cabeças daqueles que disseram não terem nada a ver com isso. Política é a mesma coisa, se você diz não ter nada com isso está errado, pois as conseqüências afetarão sobremaneira nossas vidas neste país rico, mas de um povo miserável e despreocupado. A única coisa que todos brasileiros sabem fazer e reclamar, reclamação esta, vazia feita nos botequins da vida, nas ruas com os amigos ou em casa com a família, mas quando se trata de reclamar no ouvido dos políticos de plantão ai a coisa muda, todos ficam calados e com um sorriso amarelo com medo da repressão policial.
Vi em um vídeo americano falando sobre nosso país onde dizia, o Brasil tem ricos, os quais se comparam com os ricos da Europa, e o mesmo Brasil tem pobres os quais se compara com os pobres da áfrica. Onde está a raiz desse mal, a raiz desse mal, está em vários fatores, está na má distribuição de renda, na ganância desenfreada dos materialistas, na corrupção dos políticos, na ignorância do povo os quais recebem do governo um ensino medíocre que os transformam em analfabetos funcionais que não tem como exercer seus direitos de cidadania. Existe saída para isso, sim existe, mas a principal reação terá que vir do povo.
Salvo as raras e honrosas exceções não devemos esperar ajuda de nenhum político, seja ele rico ou pobre miserável. Se elegermos um rico ele irá querer enriquecer-se ainda mais, se elegermos um pobre, o discurso dele muda de acordo com o progresso financeiro que ele está experimentando no novo patamar, ao se estabilizar financeiramente passa a renegar suas origens de pobre desvalido, aderindo a elite onde se portará com muita pompa e orgulho. A partir dai nem sequer se lembra mais dos pobres infelizes que o elegeram.
Paulo Luiz Mendonça

Postar um comentário