domingo, 30 de outubro de 2011

Com tumor na laringe, Lula inicia tratamento nesta segunda em São Paulo

0 comentários
CORREIO DO BRASIL
Por Redação, com Rede Atual Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi diagnosticado com tumor na laringe. O tratamento com quimioterapia de caráter laboratorial será iniciado a partir da próxima segunda-feira. As informações foram confirmadas em nota à imprensa pelo Instituto Lula, mantido pelo ex-presidente, e pelo Hospital Sírio-Libanês, na manhã deste sábado.
O ex-presidente, Lula (foto), foi diagnosticado com tumor na laringe neste sábado
Ainda de acordo com a nota, Lula esteve no hospital, em São Paulo, para exames na última sexta-feira. Ele queixava-se de dores na garganta. Os testes confirmaram o tumor na laringe. Não foram divulgados outros detalhes sobre o diagnóstico.

Lula completou 66 anos na última quinta-feira, e até agradeceu as manifestações de carinho dos brasileiros na ocasião, um dia antes de realizar os exames. O mais recente compromisso público do ex-presidente ocorreu na segunda-feira, em Manaus, onde esteve ao lado da presidenta Dilma Rousseff para inaugurar uma ponte sobre o rio Negro, que liga a capital do estado a Iranduba (AM).

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), do Ministério da Saúde, o tumor na laringe é um dos mais prevalentes entre os que acometem a região da cabeça e pescoço, correspondendo a 25% do total.

Localizada na região da garganta, a laringe impede a passagem de ar durante a ingestão de alimentos e tem papel fundamental na fala, já que está associada às cordas vocais.

Lula desenvolveu uma rouquidão crônica em consequência de calos vocais. Esforços exagerados com a voz durante a atividade sindical, com seguidas assembleias. O problema, porém, não necessariamente tem relação com o surgimento do tumor.

Entre os fatores de risco, segundo o Inca, para o desenvolvimento da doença está o tabagismo. Quando associada ao hábito de ingerir de álcool, cresce a exposição à enfermidade. Ainda segundo o instituto, o tratamento varia conforme a localização exata do tumor e do tipo. Há casos em que é necessário radioterapia, quimioterapia e cirurgia – ou combinações dessas técnicas.

Força Lula: solidariedade ao ex-presidente ganha redes sociais

As manifestações de solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após diagnóstico de tumor na laringe, ganharam as redes sociais neste sábado.

Internautas usaram o Twitter e o Facebook para desejar melhoras a Lula. Empregando a expressão “#forçalula” como hashtag (expressão para demarcar o assunto da mensagem), petistas, apoiadores e pessoas solidárias a ex-presidente.

- Nunca antes na história desse país esse cara deixou de vencer desafios!, escreveu João Pedro Nardy. “Pra quem passou pelo câncer do racismo, do preconceito, da mídia marrom e entreguista, esse vai ser mole”, sugeriu Toferainha.

- Grave ou não o problema de saúde do Lula (oxalá não seja grave!), eu lhe desejo cura rápida e muito axé (a força sagrada da vida), escreveu o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ). Que, depois, lembrou a necessidade de se colocar a solidariedade acima de eventuais divergências políticas.

0 comentários:

Postar um comentário