quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Lucidia Batista declara: ‘Minha prioridade é fazer uma administração de mãos dadas com o povo’

1 comentários
Lúcidia com seu esposo Isaías Batista
A Senhora Lúcidia Batista, pré-candidata do PMDB a Prefeitura de Juruti, concedeu nesta quarta feira 12de outubro de 2011 (dia das crianças e da Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil) entrevista a Elson de Melo (Editor do Lucta Social) onde, afirmou que em política não cabe aventureiros e que se for eleita sua plataforma de governo vai ser a igualdade, liberdade e fraternidade.

Em relação aos apoios, Lúcidia disse que não faz política com ódio e sim com amor, ‘Estou aberta para o dialogo, não se governa uma cidade do tamanho de Juruti sozinho. Minha prioridade é fazer uma administração de mãos dadas com o povo. Meu governo vai ser plural’.

Lúcidia encerrou a entrevista dizendo que está animada com a campanha principalmente porque vê a sociedade se mobilizando. Ela afirmou acreditar que seus eleitores vão sair do anonimato e vão dar a vitória à primeira mulher de origem pobre a governa Juruti.

Acompanhe a entrevista na integra...

Lucta Social – Hoje é o dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil, dia especial para dar as pessoa de fé e as crianças uma perspectiva positiva para o futuro de Juruti, como a senhora pensa esse futuro?

Lúcidia – Queremos uma Juruti justo, sustentável e fraterno. É o passado recente, que nos trouxe até este momento extraordinário de amadurecimento, indica que é um desejo viável. A história que vivemos nas últimas décadas traz a informação essencial para irmos adiante na direção do sonho.

Lucta Social – Que sonho é esse?

Lúcidia – Queremos uma Cidade com educação de qualidade e atendimento às necessidades de saúde de cada cidadão. Queremos um nível mais elevado de vida, com distribuição equitativa de renda e oportunidades de trabalho e de crescimento pessoal e coletivo.

Queremos uma cidade saudável e segura. Queremos o uso inteligente da natureza. Queremos indústrias limpas e eficientes, agricultura sustentável e investimento em conhecimento e tecnologia. Queremos um setor público livre de vícios. Queremos a valorização da diversidade e respeito aos direitos das minorias.

Lucta Social – Sua pretensão é bastante real, no entanto, a politica está cada vez mais,  impregnada de interesses pessoais e mesquinhos, onde o interesse público fica sempre em segundo plano. Como a Senhora pensa desenvolver políticas públicas para realizar esse sonho ousado e de alta complexidade?

Lúcidia – Duas condições são determinantes para alcançarmos esse sonho. A primeira: um grande esforço para fazer com que o sistema político cumpra o seu papel de mediador do debate.

Juruti precisa sair debaixo dos panos, emergir para a política sustentável!

A segunda condição – sem a qual transformaremos nossos sonhos em fragmentos – é estarmos juntos. Juruti precisa se livrar da couraça das pequenas disputas, dos projetos insanos e egoístas de poder que são uma verdadeira máquina de produzir falsas questões e travestir de interesse público competições que só dizem respeito àqueles que as usam como estratégia de derrotar adversários, mais do que confrontar projetos, na maioria das vezes inexistentes.

Lucta Social – Dentro desse seu pensamento, é obvio que a senhora vai precisar fazer alianças antes e durante a governança. Qual o seu pensamento sobre essas composições?

Lúcidia – Estarmos juntos não é pensarmos da mesma forma. Estarmos juntos é aceitarmos conversar, em nome de Juruti, confrontar nossas diferenças e descobrir o que temos em comum, entendendo que nossos interesses particulares têm que necessariamente fazer sentido dentro de uma grande construção do interesse coletivo. Estarmos juntos é superar a crença na hegemonia de grupos, na exclusividade, na tomada de assalto do poder público, ainda que supostamente por bons motivos, e trocá-la pela convivência na diversidade, pela capacidade de assim gerar mais conhecimento, mais densidade e permanência nas decisões, clareza de propósitos, acordos mais transparentes, aperfeiçoamento das instituições. 

Estarmos juntos é uma atitude fundada na ética, no reconhecimento da legitimidade de todos os cidadãos. Estarmos juntos por Juruti que queremos é fazermos a tentativa histórica de ingressar, de fato, no século 21, preparados para aceitar seus desafios.

Lucta Social – Para finalizar, neste dia tão relevante para fé o futuro! Que mensagem a senhora dedica ao povo de Juruti?

Lúcidia – Hoje e no futuro o que queremos é, principalmente, lutar por uma cidade que viva plenamente a democracia, que a alimente para além dos seus aspectos formais e se beneficie de toda sua riqueza potencial. Isso implica um ajuste imprescindível entre os sistemas de governabilidade e de governança. Que a governabilidade seja garantida não por meio de acordos que amesquinham e desvirtuam o papel do executivo, que colocam preço em apoios e os pagam à custa da eficiência e da lógica integrada das políticas públicas. Que esteja assentada sobre a legitimidade de uma forte cadeia de governança e controle social, que só a participação direta e sistemática da sociedade nas decisões de caráter público pode dar. Para tanto, é preciso que essa participação não seja apenas cenográfica, mas real, capilarizada, expressa na ação do governo em todos os seus níveis. A força da governança precisa impregnar a governabilidade e ajudar a reformar e modernizar a gestão pública, tanto do ponto de vista de seus instrumentos, quanto do mérito e qualidade das decisões e de sua implementação.


1 comentários:

Anônimo disse...

Lucidia Batista esta mais uma vez de parabens, mostrando ao povo jurutiense, seus planos, sempre de uma forma humilde e sensata, fazendo frente ao carater de uma mulher guerreira que abaixo de Deus ama esse povo e busca, por em pratica melhorias para esse patrimonio paraense que eh juruti!!
Que todos nos juruiteneses poussamos olhar com carinho e motivacao para essa que sem duvida pode mudar a historia de nosso municipio com a graça de nosso DEUS!!

Ass:Leandro batista

Postar um comentário