sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

APELO DESESPERADO PELA MINHA VIDA!

1 comentários
Um apelo pela vida que depois de Deus, só a ciência pode dar uma resposta! 
É que deseja o Jornalista Carlos Costa.
Compartilhamos com ele esse pedido, quem puder nos atender, por favor mantenha contacto!
Nós, que editamos este blog, estamos na torcida para que a medicina encontre a cura que o amigo está a conclamar!
Força amigo, torcemos por você e todos que lutam pela vida!

Confira a Cronica do Jornalista Carlos Costa...

Jornalista Carlos Costa
Sou jornalista, assistente social e escritor com 13 livros publicados, conhecido apenas por Carlos Costa, tenho 52 anos dos quais sete vivendo com duas bactérias alojadas em meu cérebro – Borrelia e Serratia -, que os médicos do Brasil informam que não existe cura porque elas se encontram alojadas em uma parte delicada de meu cérebro, envoltas em uma espécie de cápsula que protege minha vida. Se for retirada, posso ficar vegetativo. Se não for retirada, terei que tomar remédios para mantê-las quietas.

Em desespero, pergunto ao mundo todo, se é verdade que não existe tratamento em nenhum país – Israel, por exemplo, para curar-me dessas duas bactérias. Os médicos dizem que meu caso é “mecânico”, como se fosse “água parada”. Mas não acredito: com tantos outros tratamentos com células tronco e com avanço da ciência, continue não existindo tratamento para combater definitivamente minhas infecções. Quando arguentei essas coisas com minha médica infectologista, ela respondeu-me que não existe cura por esses métodos em nenhuma parte do mundo porque as bactérias formaram uma cápsula e isso é o que me mantém vivo!

No Brasil e, sobretudo em Manaus onde moro, no Estado do Amazonas, já tentaram todos os tratamentos possíveis e não resolvem o problema, resultantes de infecções hospitalares após cirurgia para drenagem de um empiema cerebral subdural crônico, quando foi extraído apenas líquido acumulado no alto de meu cérebro. Depois disso, fui infectado e só retiram pus nas onze cirurgias a que já fui submetido desde março de 2006.

Estou disposto a correr o risco de servir como cobaia para estudos em qualquer lugar do mundo, mas quero que encontrem cura ou alguma informação convincente para minha doença porque fiz onde drenagems no cérebro para para a retirada de pus que as bactérias formam e não aguento mais! Estou desesperado e quero continuar vivendo! Até quando DEUS quiser, mas sem bactérias!

Quem ler esse meu apelo desesperado, se poder traduzir e enviar em outras línguas para os países serei agradecido e ficarei muito feliz:

Meu nome: Carlos Alberto Bezerra da Costa
Tel. (92)3634-0154.
Manaus – Amazonas – Brasil.
Eu quero viver!!!!!

1 comentários:

Leninha disse...

Que Deus possa lhe confortar. Tenho muita crença na capacidade científica de médicos da USP. SP é hoje uma cidade de "turismo médico", pois vem gente de outros países em busca de diagnósticos e tratamento. Eu penei de 2005 a 2010 aqui em Salvador e chegando em SP, consegui diagnostico em mesmos de 10 meses. Minha área foi de neuro imunologia, mas creio que haja infectologistas de referência na USP. Nunca perca a esperança!

Postar um comentário