quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Trabalhadores e Jayoro negociam salário nessa quinta feira em Presidente Figueiredo

0 comentários
Sede da Jayoro no Km 120 da BR 174 Presidente Figueiredo(AM)
Os trabalhadores da Agropecuária Jayro, empresa subsidiária da Coca Cola que produz Açúcar, Álcool e Xarope de Guaraná em Presidente Figueiredo a 120 Km de Manaus, terão nessa quinta feira 0902012, as 14h30min, junto com a Direção da Empresa e o Sindicato dos Trabalhadores nas Industrias de Alimentação – SINTAM, uma rodada de negociação para definir o Acordo Coletivo de Trabalho para o ano de 20012, a reunião acontecerá no Hotel Cuca Legal.

No ultimo dia 27 de Janeiro, a categoria rejeitou em Assembléia a contraproposta da empresa que previa um reajuste de 6.18% para quem ganha salário acima do Piso, Piso Salarial de R$ de 653,10. Os trabalhadores querem além do repasse integral do INPC do período, mais 4% de Aumento Real, Piso salarial de R$ 682,00 Plano de Saúde e Odontológico, Participação nos Lucros e Resultados, Marcação do Cartão de Ponto na portaria principal da empresa e Fim do Banco de Horas dentre outras.

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação, concluiu recentemente três negociações onde ficaram estabelecidas as seguintes condições salariais:
Convenção Coletiva da Categoria
Reajuste Salarial de 7%
Piso Salarial de R$ 680,OO
Acordo Coletivo de Trabalho Maggi Itacoatiara
Reajuste Salarial de 6.5%
Piso Salarial de R$ 687,OO
Acordo Coletivo de Trabalho Ocrim Manaus
Reajuste Salarial de 9%
Piso Salarial de R$ 935,OO
Proposta da Jayoro
Reajuste Salarial de 6.18%
Piso Salarial de R$ 653,1O

Dentro desse quadro a proposta que a Jayoro apresentou até agora, é a menor de todas as outras empresas que compõem a categoria no Amazonas, isso leva naturalmente a dificultar a Celebração de um Acordo com valores inferiores aos já acordados com outras empresas, para o Tesoureiro do SINTAM, José Lima, não é possível aceitar os argumentos da Jayoro que se vangloria de estar gerando empregos aos moradores de Presidente Figueiredo e para isso continuar não pode pagar salários melhores, para o sindicalista não é admissível que uma empresa como a Jayoro, que é subsidiaria da Coca Cola, continuar fazendo chantagens aos seus operários, alegando essa condição, ainda por cima a empresa não oferece Assistência Médica e Odontológica, nesse particular ela está a mais de dois anos construindo um Gabinete Odontológico e até agora não aprontou, a questão da Marcação do Cartão de Ponto, é outra situação que pode levar a categoria buscar um posicionamento do Ministério Publico do Trabalho ou mesmo da Justiça do Trabalho, uma vez que já existe uma Sumula nesse sentido e a empresa não quer cumprir, como vem fazendo com as horas “in itinere” que apesar de acordado a Jayoro não paga, concluiu.

0 comentários:

Postar um comentário