quinta-feira, 1 de março de 2012

SE NÃO FOSSE O POVO E A SOCIEDADE… NADA TERIA MUDADO.

0 comentários
Abel Alves
E, tanto é verdade que no caso da ‘ficha limpa’ o Ministro Ayres Brito, do STF, reconheceu: “Essa lei é fruto do cansaço da saturação do povo com os maus tratos infligidos à coisa pública”. Depois da vitória do Conselho Nacional de Justiça – CNJ se impunha uma perspectiva de punição aos políticos, pois se pergunta: se agora os magistrados ficam mais vulneráveis aos olhos da sociedade e na aplicação da lei, porque os políticos ficariam imunes nas suas ações deletérias?

Na verdade havia um conluio entres os maus políticos e magistrados, vez que a última palavra cabia a estes e tudo ficava nas manchetes dos jornais. Agora, não, uma vez que as sanções já estão pré-estabelecidas em lei, no Juízo eleitoral caberá ao Ministério Público, Partidos Políticos e eventuais candidatos sua fiscalização. Uma vitória.

No pleito municipal que se avizinha e no dia 07 de outubro próximo, algumas figuras deletérias da política deverão ser declaradas inelegíveis e fora da disputa pelas listas dos Tribunais de Contas – União e Estado, que por lei estão obrigados a remeterem aos Tribunais Regionais Eleitorais e destes a Certidão de quitação eleitoral, como ainda, Certidão negativa de outros processos expedida pelas Justiças Federal e Estadual. É aguardar e conferir para o bem da coisa pública.

Abel Alves
Advogado, Ex-Deputado Estadual, Ex Vice-Prefeito de Tefé.

Publicado em Tefé News

0 comentários:

Postar um comentário