sexta-feira, 29 de junho de 2012

Adolfo Esquivel alerta sobre escalada golpista na América Latina

0 comentários


Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel
SERPAJ/Brasil - O presidente do Serviço Paz e Justiça na América Latina e Prêmio Nobel da Paz, Adolfo Perez Esquivel, vem alertando sobre ventos golpistas na América Latina, e tem declarado que o Paraguai é a ponta de lança golpista da região.

O Prêmio Nobel da Paz enfatizou que o golpe de Estado ocorrido no Paraguai é parte de uma escalada para impor governos autoritários e ditaduras, e impedir a unidade continental que está sendo construída entre governos democráticos, coisa que afeta os interesses das corporações econômicas.

Esquivel sublinhou que os Estados Unidos  vêm na América Latina como um “bocado preferido” considerando-a seu quintal , e reiterou as intervenções e invasões do governo americano na região, como a imposição de ditaduras militares e graves violações dos Direitos Humanos e dos Povos, busca impor seu projeto de dominação econômica, política e cultural com governantes títeres.

Neste sentido, Esquivel declarou que a derrubada de Fernando Lugo estava nos planos e objetivos  políticos estratégicos norte-americanos, já que a administração Ligo dificultava os interesses dos monopólios econômico.

Segundo Esquivel, o golpe de Estado pode ser realizado no Paraguai devido à debilidade do governo que contava com um parlamento que impediu os avanços e reformas sociais no país sul-americano.

Também sustentou que as tentativas de golpe de estados contra os governos da Venezuela, Bolívia, Equador e Cuba fracassaram em razão da ação dos povos e da presença da UNASUL e da Comunidade Internacional.

Pérez Esquivel rechaza el Golpe de Estado Parlamentario en el Paraguay




 Tradução livre: Rosalvo Salgueiro

0 comentários:

Postar um comentário