quinta-feira, 26 de julho de 2012

Começou hoje o Seminário sobre Segurança e Saúde no Trabalho em Manaus(AM)

0 comentários

A Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, Desembargadora Federal Valdenyra Farias Thomé, fez hoje (29/07) abertura do SEMINÁRIO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO promovido pela Comissão Pró-Fundacentro Amazonas, na ocasião foi assinado pelas autoridades presentes, as Entidades Patronais e Centrais Sindicais, o Protocolo de intenção e Termo de Adesão ao Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho.

O Seminário tem como tema principal o Plano Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho (PNSST), e está sendo realizado no auditório Floriano Pacheco, na sede da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus). O objetivo do evento é socializar e debater providências para aumentar o nível de segurança do Trabalhador no Estado do Amazonas.

Amanhã (27/07) o Gestor Regional do Programa, o juiz substituto do Trabalho Jander Roosevelt Romano Tavares, estará apresentando o Programa. O mesmo acredita que o seminário é uma oportunidade para a sociedade tomar conhecimento sobre as inúmeras consequências advindas dos acidentes de trabalho. "Com o acidente de Trabalho ou doenças ocupacionais todos perdem, o trabalhador porque nele fica a própria sequela, a família que o relega, perdendo a convivência com este, o empregador por abrir mão daquele empregado que poderia estar produzindo, o governo com impostos, o INSS com pagamentos de  aposentadorias e pensões. Existe então, toda uma cadeia negativa que é formada com o afastamento desse funcionário do trabalho", afirma o Juiz gestor.

O em Manaus o índice de acidente de trabalho ainda é muito elevado, no entanto é as doenças ocupacionais a maior vilã da qualidade de vida dos trabalhadores amazonenses, o maior foco dessas moléstias é o Distrito Industrial onde aproximadamente 30% (trinta por cento) das pessoas que ali trabalham estão sofrendo alguma sequela em decorrência do esforço repetitivo e do ritmo acelerado das linhas de produção, isso em numero, representa o entorno de mais de trinta mil trabalhadores, o mais preocupante que os Operários e Operárias afetado são jovens entre 23 a 30 anos de idade! É uma epidemia que representa um verdadeiro caos para a saúde pública.

O Seminário é direcionado a Juízes e Procuradores do Trabalho, Auditores Fiscais do Trabalho, Profissionais responsáveis pelos setores de Segurança, Engenharia e Medicina do Trabalho e responsáveis pelas áreas das empresas privadas e de órgãos públicos, Entidades sindicais Patronais e Laborais e tem a pretensão de estabelecer o dialogo permanente entre as partes envolvidas diretamente, ou seja, capital e trabalho além das autoridades de controle, provocando a configuração de uma agenda positiva visando solucionar essas demandas negativas.

0 comentários:

Postar um comentário