sábado, 7 de julho de 2012

O Brasil está em greve e os parlamentares brincam de papai Noel!

2 comentários

Por Jornalismo Carlos Costa

O Brasil está em greve de Norte a Sul do país e os políticos fazem farra com o dinheiro dos contribuintes! Dão aumentos aos seus próprios salários e brincam de Papai Noel com o dinheiro dos contribuintes, mas professores das universidades públicas e várias outras categoria profissionais de repartições federais estão reivindicando salários dignos à categoria, a fim de que possam continuar exercendo suas laboriosas e necessárias missões. Não existe uma igualdade: uns podem e outros não. Que democracia é essa? 

As manchetes do Jornal “Bom dia Brasil”, apresentado todas as manhãs pela Rede Globo de Televisão, só nessa semana, não deixam qualquer dúvida no que afirmo. Os parlamentares fazem farras e se dão aumento bem acima do que os dados aos outros funcionários governamentais. E a desculpa sempre é a mesma: “não está no orçamento”. Mas os aumentos dados aos deputados e senadores, como vai ser só para o ano que vem, não haverá problema, pois constará do orçamento!

Câmara aprova reajuste nos salários do funcionalismo público  - Justificativa: “A Câmara dos Deputados aprovou uma medida provisória que reajusta os salários de 30 categorias do funcionalismo público (exceto dos professores das Universidades Federais e outras categorias em greve em todo o Brasil). Os milhares de funcionários ativos e inativos  terão aumento que vão custar R$ 1,6 bilhão”.

Câmara aprova reajuste de verba de gabinete dos deputados  - (de novo os professores e outras categorias em greve ficaram de fora).Justificativa:  “Cada deputado pode cadastrar até 25 funcionários sem concurso público. O reajuste de verba de gabinete passou de 60 mil para 78 mil reais para cada parlamentar e será usado para pagar os salários dos atuais funcionários ou contratar novos assessores. Hoje, a Câmara consta com 10.212 secretários parlamentares”. Por que só os parlamentares...?

Pacote pode aumentar em até R$ 400 milhões os gastos da Câmara  - Justificativa: “A Câmara concedeu aumento de até 49% do salário para os servidores da Câmara, mas o clima anda sombrio na economia européia e, no Brasil, o PIB do último trimestre foi zero, mas na Câmara dos Deputados decididamente o clima é outro. É clima de Natal total, com um “pacotão” de bondades que deve custar quase R$ 400 milhões. De onde sairá todo esse dinheiro? Do bolso dos contribuintes”. Por que os parlamentares não usam o mesmo critério de reajuste aprovado por eles próprios para os demais trabalhadores ou aposentados, com relação ao PIB da Economia?

Presente de Natal?

Os deputados e senadores estão dando a si próprios e algumas categorias apenas um grande presente de Papai Noel com o dinheiro dos contribuintes, os impostos altíssimos cobrados!

Os presidentes das duas casas já anunciaram o quanto de aumento os parlamentares receberão a partir do ano que vem. E cuidarão para colocá-lo no orçamento do Governo.

O pior de tudo é que a maioria dos líderes no Congresso Nacional considera o reajuste justo e a tendência é de ter o um aumento nos salários dos parlamentares.  É uma pena, mas é assim que caminha o Brasil!

2 comentários:

Alessandro Fontes disse...

Acho que o artigo acima, se foi escrito por um jornalista, demonstra falta de informação. O orçamento do Legislativo, bem como o do Poder Judiciario e o do Ministério Público, e separado do Orçamento do Poder Executivo, que é de onde saem os reajustes (ou não) das demais categorias do funcionalismo público, incluindo os professores. Assim, com ou sem reajuste de vencimentos (que no caso dos parlamentares só pode acontecer ao final de uma Legislatura, ou de 4 em 4 anos), o orçamento do Legislativo sera o mesmo. O que deve ser observado é se o reajuste dos parlamentares "cabe" ou não no Orçamento do Legislativo e se este esta dentro das margens previstas pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Anônimo disse...

TODO TRABALHADOR TEM O DIREITO AO AUMENTO DE SEU SALÁRIO CONFORME O COMPORTAMENTO DA ECONOMIA NO PAIS. "EU DISSE TODO TRABALHADOR E NÃO TODO ENGANADOR" NÃO É ADMISSÍVEL ESSA GENTE GANHAR TANDO DINHEIRO PARA FAZER O QUE FAZEM, OU MELHOR "O QUE NÃO FAZEM"

Postar um comentário