quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Candidatos a Prefeitos: mágicos ou mentirosos?

0 comentários

A construção de um Pais, Estados ou Municípios é um processo lento, contínuo e sistemático e não será com um simples instalar de dedos como em um passe de mágica que serão resolvidos todos os problemas das cidades brasileiras,  como estão anunciando  candidatos a prefeitos em todo o Brasil, com mirabolantes soluções para problemas estruturais que se arrastam por décadas como as questões ligadas à falta d’água, luz, segurança pública, construção de calçadas para facilitar a mobilidade urbana, transportes eficientes, saúde enfim.

Certo deve estar um candidato do PSDB em Manaus, Leonardo Costa (45007), que se promove apenas pelas redes sociais com ironias, sátiras e a frase “eu quero é o meu”, na qual ele dá toda a dimensão do que pretende fazer se for eleito. Não frequentando programas de rádio e TV para divulgar suas sempre sérias ironias críticas, satirizando a si mesmo e a outros candidatos majoritários, Leonardo Costa vai dando seu recado. Se for ou não eleito, o candidato que se apresenta como formado na área de Projetos na instituição UFAM com curso de MBA, será uma consequência  de seu próprio trabalho irônico.

Em sua página pessoal no facebook, usando a sua própria “Rede Esgoto de Televisão, com a frase acima dos vídeos de “Política é Coisa Séria”, (https://www.leonardo.com/redesgotodeteleviso) o candidato Leonardo Costa  apresenta vídeos engraçados,  satíricos, porém; muito críticos, caracterizando-se de “Bim Ladem”, “Chapolin”e “Batman”, respondendo a perguntas de supostos “eleitores” sobre o salário de um vereador ser considerado baixo, da falta de habitação e do problema dos transportes coletivos. Na questão do salário de um vereador, ele enumera tudo que está embutido no salário e conclui que o vereador eleito recebe mais de 200 mil reais por pouco meses de trabalho; sobre à falta de habitação, anuncia que quer comprar  sua  casa para não pagar mais aluguel. Referindo-se ao problema do ônibus, ele diz que quer comprar um carro para parar de se preocupar com os coletivos sempre lotados. Há um vídeo, ainda, em que satiriza uma candidata a prefeita, chamando-a de MariaNete (666), com peruca e tudo. São críticas sérias, contundentes e verdadeiras. Por isso, seus vídeos não são veiculados por rede de TV aberta, nem nas rádios.

Analisando no prisma sério, Leonardo Costa tem razão em usar a fina ironia para fazer sua campanha porque muitos candidatos em todo o Brasil oferecem verdadeiros milagres para soluções de problemas estruturais que se arrastam por décadas.

Talvez os candidatos a prefeitos que disputam as eleições sejam santos ou demônios que farão milagres mesmo ou estragarão ainda mais um pouco o que já está muito ruim. Mas o pior é que os eleitores ainda se iludem com essas promessas. A história futura responderá ou então o Brasil, depois de quatro anos, será o maior paraíso para se viver porque desaparecerão todos os problemas criados ou existentes, explorados pelos candidatos em campanhas para prefeitos de capitais!

0 comentários:

Postar um comentário