sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Luiz castro exalta o “Jaraqui” na tribuna da ALEAM

0 comentários

A tribuna popular retomada pelo Projeto Jaraqui, aos sábados na Praça da Polícia, foi destacada na Assembleia Legislativa do Estado (ALEAM), na quinta-feira (20), pelo deputado Luiz Castro (PPS) como canal de expressão democrática da sociedade, que tem como finalidade ampliar a cidadania através da discussão dos problemas políticos do Estado.

Idealizado no final dos anos 70 como fórum popular de discussão das questões amazônicas e de combate à ditadura militar, o projeto foi retomado em abril deste ano como um observatório político para discutir temas atuais como corrupção, meio ambiente, cidadania e a necessidade de novos parâmetros para a política brasileira.

"É a retomada de uma vanguarda para a discussão de problemas do País, com espaço para manifestação popular", ressaltou. Castro avalia que o fato de o cidadão comum ter liberdade para se manifestar, torna os debates naquele espaço púbico relevantes, garantindo legitimidade para reverberar os problemas que afligem diretamente a população.

O deputado Luiz Castro, que já participou várias vezes dos debates realizados aos sábados pela manhã (das 10 às 12h) na Praça da Polícia, destacou o Projeto Jaraqui como manifestação da verdadeira democracia.  "É a expressão de uma cultura em defesa da democracia. Um ato de resistência popular", completou.

Para o deputado é preciso que o Projeto Jaraqui ganhe mais apoio e reconhecimento pelo trabalho que desenvolve na disseminação dos direitos de cidadania entre os vários segmentos sociais. Castro destacou ainda como valiosa a contribuição do professor Ademir Ramos, do militante político Paulo Onofre e de lideranças populares que promovem o projeto.

O “Jaraqui”, segundo Castro, não tem vínculo partidário, embora esteja aberto à participação de políticos que ajudam na discussão de temas de interesse coletivo. O projeto conta ainda com apresentação musical nos intervalos dos debates e se mantém com a contribuição espontânea dos participantes.

Mensalão

Neste sábado, a partir das 10h, o Projeto Jaraqui vai discutir o julgamento do Mensalão como marco jurídico, na luta contra os escândalos de colarinho branco, e pela punição aos casos de corrupção praticados por políticos. “A partir desse julgamento, os políticos vão pensar duas vezes antes montar esquema de desvio dinheiro público e a população vai confiar mais na Justiça brasileira” destacou o deputado Luiz Castro.

0 comentários:

Postar um comentário