domingo, 9 de setembro de 2012

Lula vem a Manaus para enfrentar o Artur

0 comentários

NCPAM – No processo civilizatório regido pela Democracia, um dos determinantes é o imperativo da Lei e a realização da Justiça. Aquele que afronta os poderes da Lei é comparado ao tirano que molda a política aos seus prazeres e interesses, com gosto de vingança na alma e sangue na boca. Tomara que o LuLa não venha a Manaus movido por estas paixões tão afoita aos políticos provincianos que pensam tudo fazer para salvar o seu reino, apoiando candidatos de pouca densidade eleitoral e de nenhum compromisso com o povo do Amazonas. A incursão do maior líder do PT, pelo interior do Brasil, assenta-se na desinformação e na perversa desigualdade que sofre a Nação brasileira, que muito reclama por novos postos de trabalho, moradia e políticas que promovam a dignidade e a felicidade pública de nossa gente. O Amazonas que detém um dos maiores centros eletrônicos produtivo da América Latina, gerador de mais de 60 bilhões de dólares por ano é vitimizado pelo governo petista que grampou mais de 1 (hum) bilhão de real, verba contingenciada, em favor dos interesses e domínios do governo federa. No entanto, quando aqui chegam junto dos seus aliados falam do seu amor pela Amazônia, pelo reconhecimento do seu povo e outras cantigas de grilo cansadas de se ouvir. Na cultura popular sabe-se muito bem, que só precisa de apoio aquela árvore frondosa que está ameaçada de cair, desmoronando o cenário daqueles que acham, messianicamente, que sem eles o povo não será feliz e nem tampouco saberá construir caminhos para o seu futuro. É bom lembrar aos afoitos que com a Sociedade da Informação o mundo tornou-se pequeno e qualquer vacilo dos agentes do PT pode simultaneamente ganhar o mundo virtual nas redes de comunicação. Pelas primeiras falas do Lula, veiculada em Manaus na propaganda eleitoral, qualquer posicionamento contrário ao pensamento único petista e de seus aliados é visto como empecilho para a realização do modo de governar lulista, que no momento encontra-se no banco dos réus, no formato Mensalão, sendo julgado pelo Supremo Tribunal Federal do Brasil. O fato é que a liderança de Artur Neto, no Amazonas, fez com que seus aliados recorressem ao prestígio político de Lula, ex-presidente da República, para conter a ascensão de Artur Neto e quem sabe, apostam eles, reverter o quadro em forma da candidata ameaçada a despencar na vontade do povo do Amazonas. O correspondente de a Crítica em Brasília, Antônio Paulo, confirmou junto à representação do Instituo Lula que ele estará em Manaus, no dia 20 (quinta-feira) para participar diretamente da candidata do PC do B, que segundo Lula muito ajudou no governo petista, inclusive votando com o governo pela merreca do salário mínimo, bem diferente do Deputado petista, Francisco Praciano que votou contra.  

0 comentários:

Postar um comentário