quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Joaquim Benedito Barbosa Gomes tomou posse na Presidência do STF

0 comentários

"O homem magistrado é aquele que tem consciência de seus limites. Não basta ter formação técnica, humanística e forte apelo a valores éticos, que devem ser guias de qualquer agente estatal. Tem que ter em mente o caráter laico da sua missão constitucional [para que] crenças mais íntimas não contaminem suas atividades."
Ministro Joaquim Barbosa

Em meio a uma grande campanha na mídia oficial orquestrada pelo PT, que na semana passada, por sua Executiva Nacional publicou uma nota tentando desqualificar o resultado do julgamento do mensalão, que condenou a prisão seus principais dirigentes por diversas praticas ilícita e corrupção. Tomou pose na Presidência do STF, o Ministro Joaquim Barbosa, relator da ação Ação Penal 470 “MENSALÃO DO PT”.

Quando Lula foi eleito Presidente da Republica na eleição de 2002, o marqueteiro Duda Mendonça inventou o slogan “A esperança venceu o medo”, acontece que para fazer prosperar a esperança é preciso superar todos os males oriundos da abertura da "caixa de pandora", coisa que Lula não fez, pelo contrario, ele escancarou de forma desavergonhada e não teve coragem de fechar a “caixa de pandora”, liberando todos os males principalmente a corrupção onde o seu governo foi protagonista de inúmeros escândalos como ‘nunca antes visto neste País!!!’.

Caixa de Pandora

Conta a mitologia grega que Pandora foi criada pelos deuses do Olimpo sob a ordens de Zeus. Pandora teria sido a primeira mulher, surgida como punição aos homens por sua ousadia em roubar aos céus o segredo do fogo.

A vingança de Zeus contra a humanidade veio em forma de uma linda donzela. Pandora, a que possui todos os dons, recebeu uma caixa onde guardou os presentes recebidos de cada um dos deuses do Olimpo.

Afrodite deu-lhe a beleza, Hermes o dom da fala, Apolo, a música. Mas além dos dons, a caixa de Pandora recebeu também uma série de malefícios.

A história é longa, mas importa saber que Pandora abriu sua caixa e a humanidade passou a conhecer não só as bondades, como os males que até hoje nos assolam: mentira, doenças, inveja, velhice, guerra e morte. Os presentes saltaram de forma tão violenta da caixa que Pandora teve medo, e a fechou antes que a última delas escapasse: a esperança. Pandora tornou-se, assim, a provedora natural dos talentos divinos e dos males da humanidade.

A esperança

O mágico desta lenda está no papel desempenhado pela esperança. Crescemos e vivemos sob o jugo masculino. Todas as formas de poder são exercidas há séculos por homens, que com liberdade preferiram escolher os piores caminhos para atingir objetivos duvidosos.

O mundo está devastado. Na caixa de Pandora ainda resta a última bondade não destruída por nosso egoísmo e ambição. Uma maneira lúdica de nos mostrar o caminho da redenção. A esperança! Ainda há tempo para aprendermos a lição.

Nós vivemos, lutamos permanentemente pela sobrevivência e procuramos sempre nos aprimorar como ser humano e indivíduo que somos porque temos a esperança em nosso pensamento, sempre presente.

Quanto maior o nível de esperança, melhor enfrentamos e superamos com disposição e boa vontade os obstáculos que a vida nos apresenta.

A esperança com Joaquim Barbosa

Para este esperançoso escrevinhador, Joaquim Benedito Barbosa Gomes, representa hoje a ESPERANÇA de milhões de brasileiros ávidos por dignidade e justiça.

A esperança é fruto da crença do fazer parte e do sentir-se em comunhão com o todo, tendo como referencial uma grande corrente, que se chama vida, principalmente porque somos todos, a imagem e a semelhança de um só ser supremo!

E nos sentindo assim, ela nos faz generosos e dadivosos. Aprendemos a ouvir o outro e também às nossas necessidades mais essenciais. Aprendemos a olhar o melhor lado: o nosso e o do outro. Desta forma, colaboramos para que a superação de toda e qualquer situação ocorra para o nosso bem e para o bem do outro também.

No dia da posse desse grande brasileiro a frente do STF, a Corte mais importante do Estado Brasileiro. Aproveitamos para parabenizá-lo pelo brilhante desempenho como relator do maior processo envolvendo a corrupção de agentes de um governo, o “Mensalão do PT”.

Da mesma forma, apresentamos nossos votos de solidariedade e exaltamos a sua postura como guardião da Constituição, da Democracia e da Ética, que dignifica a Corte e enche de esperança a população brasileira.

Parabéns e vida longa ao Ministro Joaquim Benedito Barbosa Gomes, novo Presidente do STF. Saudamos a sua gestão que se inicia, rogando por dignidade e Justiça para todos os brasileiros!

Elson de Melo - Sindicalista

0 comentários:

Postar um comentário