quarta-feira, 10 de julho de 2013

11 de julho Dia Nacional de Lutas ou Operação salva Dilma?

0 comentários
Dilma com a cúpula das centrais governistas: CUT, Força Sindical, CTB, NCST, UGT, CGTB e CSP-Conlutas
Depois de uma reunião no final de junho (26/06/2013) com a Presidente Dilma, as Centrais – CSB, Força Sindical, CUT, NCST, UGT, CTB, CGTB, CSP Conlutas, mais o MST e a UNE, convocaram para o dia 11 de julho um Dia de Lutas com Greves e Mobilização, a iniciativa visa buscar legitimidade dessas Instituições para assumirem a interlocução com o Governo, para tentar por fim as manifestações de Rua que eclodiu em todo o país no mês passado.

A motivação encontrada foi a Pauta entregue a Presidente Dilma no dia 06 de março de 2013 por ocasião da 7ª Marcha das Centrais Sindicais que reuniu mais de 50 mil pessoas em Brasília.

Da Pauta constam as seguintes reivindicações: 40 horas semanais sem redução de salário; Fim do fator previdenciário; Igualdade de oportunidade entre homens e mulheres; Política de valorização dos aposentados; 10% do Produto Interno bruto (PIB) para a educação; 10% do orçamento da União para a saúde; Correção da tabela do Imposto de Renda; Ratificação da Convenção 158/OIT; Regulamentação da Convenção da 151/ OIT; Transporte Publico e de qualidade; Ampliação do investimento público. Reforma Agraria; Mudança nos leilões da Petrobrás; Rechaço ao PL 4330 sobre Terceirização.

A programação para o dia 11 começa as zero hora com as categorias de Trabalhadores nas Industrias paralisando suas atividades (Greve), pela manhã haverá manifestações em frente Aas unidades do INSS, Secretárias de Saúde e Educação dos Estados e Municípios, em Brasília em frente aos Ministérios da Previdência Social, Trabalho e Emprego, Saúde, Educação, Planejamento, Administração, as 15:00 horas será dado inicio ao grande Ato Publico nas Praças principais das Cidades e nas Ruas e Avenidas.

É uma programação arrojada e digna de uma grande investida para assumir o comando das negociações com o Governo e o Congresso Nacional, é uma espécie de operação salva Dilma!

Aproveitando a programação das Centrais Sindicais, os Manifestantes que a quase um mês ocupam as Praças, Ruas e Avenidas do Brasil, vão as ruas para dar continuidade as mobilizações em torno da Pauta que originou as mobilizações que tem levado milhões de brasileiros as Ruas como “nunca antes visto em nossa historia”.

Esperamos que tudo ocorra na mais perfeita paz, no entanto é bom tomar muito cuidado em relação as provocações, uma vez que dentre as Entidades que estão organizando o Dia de Luta, está a CUT e MST as duas Instituições ligadas organicamente ao PT, a CTB e UNE braço sindical e estudantil do PCdoB, a Força Sindical vinculada ao PDT, Partidos que dão sustentação ao Governo Dilma.

A preocupação faz sentido pela constatação que o Governo já tentou nos Atos do dia 20/06, assumir o comando das manifestações usando para tanto, as Entidades estudantis UNE, UBEs, UMEs e não conseguiu domar o movimento, agora essas o Governo tenta com as Centrais Sindicais, ocorre que os Sindicalistas ligados a tais Centrais, são pessoas muito despreparadas para o dialogo com a juventude e os novos manifestantes, são autoritários, intolerantes e arrogantes, isso pode ser um prato cheio para os provocadores que já agrediram militantes dos Partidos Políticos e até os Estudantes ligados a UNE.

O momento é delicado e requer muito dialogo com a multidão que está diariamente nas ruas protestando contra alguma coisa de errado que a Presidente Dilma faz questão de ignorar, e o que é pior, tenta desviar o foco da crise politica do seu governo, preocupa-se apenas em dar respostas aos investidores que começam bater em retirada, voltando a se estabelecer na economia dos Estados Unidos que aponta sinais positivos de recomposição elevando o valor do dólar, isso acirra a especulação financeira que em breve vai consumir todas as reservas cambiais do Banco Central do Brasil.

Por outro lado, o Ministro da Justiça mandou a Policia Federal investigar se o Movimento dos Caminhoneiro tem ligação patronal para caracterizar como locaute, é preciso ficar atento com os acontecimentos do dia 11/07, uma vez que as Centrais ligadas ao governo, poderão articular-se com os empresários e assim promoverem um locaute com os olhares complacentes do Planalto. Será que o Ministro da Justiça vai mandar apurar os locautes que as Centrais ligadas ao PT/PCdoB/PDT, vão apresentar com o nome de Greve?

Participem das mobilizações, mas fiquem atentos com as manobras governamentais que as Centrais CUT, CTB e a UNE, Instituições ligadas ao PT/PCdoB, estão tentando fazer e se apropriarem das Manifestações para traírem e venderem a LUTA do Povo Brasileiro!

Elson de Melo

0 comentários:

Postar um comentário